26 de abril de 2018

Polícia invade velório para destravar celular com digitais do defunto.


Foto: Reprodução

Enquanto velava o corpo do seu marido, Victoria Armstrong, 28, viu o velório de seu noivo Linus Phillip, 30, ser invadido por policiais que precisavam desbloquear seu celular usando suas digitais. O caso aconteceu em Flórida, Estados Unidos. Linus havia sido morto pela própria polícia em um posto de gasolina. Segundo a Polícia local, ele não atendeu a solicitação dos agentes de encostar o carro para que fosse verificado se havia maconha no interior do veículo. Na tentativa de fugir, Linus acabou batendo o veículo. O celular do defunto precisava ser desbloqueado para esclarecer as circunstâncias da sua morte, em uma investigação sobre tráfico de drogas. “Eu me senti tão desrespeitada e violada [com a invasão da polícia]”, afirmou a noiva do homem ao jornal local Tamba Pay Times. O tenente Randall Chaney afirmou que foi uma tentativa frustrada de acessar dados no telefone para ajudar na investigação sobre a morte de Phillip e um inquérito separado sobre drogas que o envolveu. O tenente afirmou ainda que os detetives não  precisariam de um mandado porque não havia expectativa de privacidade após a morte. Via Varela.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

deixe seu comentário aqui!