21 de maio de 2018

Posto de Salvador anuncia promoção com gasolina por R$ 1,91.




O posto Gameleira, localizado na Avenida Suburbana, em Salvador, anunciou que venderá 5 mil litros de gasolina com 60% de desconto sobre o preço do combustível no dia. Com isso, o litro do combustível será vendido por R$ 1,91.A informação foi divulgada pelo jornal Correio. A promoção ocorre em meio ao aumento anunciado pela Petrobras. O diesel sofrerá uma elevação de 0,80% e a gasolina terá um acréscimo de 1,34%. A média do preço cobrado pelo restante dos postos de Salvador já chega a R$ 4,60. Via M1.

PT e PSB aguardam alianças regionais para decidir chapa nacional.






O PSB, que na Bahia é comandado pela senadora Lídice da Mata, envolvida em um jogo de empurra para ter o nome escalado na chapa do governador Rui Costa à reeleição, definiu com o PT que só definirá uma aliança nacional após os arranjos regionais em 10 estados, onde há possibilidade de composição. Segundo a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, os diretórios de Minas Gerais e Pernambuco têm as negociações mais complexas entre as duas siglas. Na Bahia, para marcar lugar na segunda vaga na corrida pelo senado, já que a primeira é do ex-ministro petista, Jaques Wagner, os socialistas concorrem com o PCdoB e o PSD, do senador Otto Alencar, que já anunciou ter a preferência de Rui Costa, mas agora prega cautela. Via Voz da Bahia.



16 de maio de 2018

WhatsApp muda regras e te ajuda a 'fugir' de grupos indesejados.




O WhatsApp não vai mais permitir que o usuário que já abandonou um grupo diversas vezes seja incluído novamente. A novidade faz parte de um conjunto de mudanças no funcionamento dos grupos de conversas realizadas pelo aplicativo de mensagens nesta quinta-feira (15). No entanto, a empresa ainda não informou quantas vezes a pessoa precisa deixar o grupo para que não possa mais ser adicionada, observa o G1. Outra novidade é que os administradores dos grupo podem conceder diferentes níveis de gerenciamento aos diversos membros. Agora, ele poderá selecionar quem altera assunto, ícone ou descrição do grupo. Os administradores também poderão criar uma descrição do grupo, estabelecer regras de convívio, assuntos a serem discutidos, entre outros itens. Estas informações serão as primeiras exibidas aos novos integrantes do grupo. Via Noticias ao Minuto.




15 de maio de 2018

Lava Jato: 91% dos deputados alvo da Operação disputam eleição.




Dos 55 deputados federais alvo de inquéritos e ações penais na Operação Lava Jato, 50 (o equivalente a 91% do total) vão disputar as eleições deste ano, de acordo com levantamento feito pelo jornal O Estado de S. Paulo. A maior parte dos parlamentares (42) disse que disputará a reeleição; quatro pretendem concorrer a uma vaga no Senado; dois a governos estaduais; um ao Legislativo estadual e um à Presidência da República. Três deputados não responderam ou estão indecisos, enquanto apenas dois disseram que não vão ser candidatos. Se eleitos para o Congresso, eles mantêm foro privilegiado para serem investigados e julgados em casos que tramitam no Supremo Tribunal Federal. Com o novo entendimento firmado pelo STF, no entanto, o foro para parlamentares federais só vale para crimes praticados no mandato e em função do exercício do cargo. Crimes comuns ocorridos antes de assumirem seus cargos ou sem ligação com os mandatos podem ser julgados por tribunais de primeira instância. Nesta terça-feira (15) o STF julgará o primeiro político com foro na Corte no âmbito da Lava Jato, quase dois anos após aceitar a denúncia da Procuradoria-Geral da República. Será o caso do deputado Nelson Meurer (PP-PR), réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ele é um dos que responderam que não pretendem concorrer neste ano. Para o doutor em Ciência Política pela Universidade de Brasília (UnB) Leonardo Barreto, a mudança no entendimento do STF a respeito do foro traz mais celeridade no julgamento de crimes de corrupção. Ele citou o mensalão, que levou cinco anos para começar a ser julgado. "Antes dessa decisão do STF, o foro era entendido como uma coisa boa para todo mundo. O Supremo não tinha capacidade para julgar, isso dava uma sensação de segurança (aos investigados) muito boa", afirmou Barreto. Desde a mudança de entendimento do STF, no início deste mês, ao menos 68 casos envolvendo deputados e senadores já foram enviados pela Corte para outras instâncias da Justiça. O líder do PSDB na Câmara, Nilson Leitão (MT), criticou o que chamou de "indústria das denúncias" e disse que a sigla não antecipa condenações sobre parlamentares investigados do partido. "Independentemente da Lava Jato, cada caso é um caso. O PSDB, com casos gritantes, sem sombra de dúvidas, tomará atitudes." Questionado sobre pré-candidatos petistas investigados na operação, o líder do partido na Câmara, deputado Paulo Pimenta (RS), afirmou que "só em um Estado policial, investigado é tratado como culpado". Para ele, a Lava Jato é "uma manipulação conduzida de forma seletiva em esquemas suspeitos de toda ordem". Via BN.




7 de maio de 2018

Ludmilla aparece de calcinha fio dental e topless na web.




Acostumada a postar fotos de biquíni exibindo o corpão nas redes sociais, Ludmilla apareceu ainda mais ousada nesse registro aí acima, compartilhando em um perfil de fãs da artista. A dona do funk "Não encosta (no meu namorado/baseado)" exibiu o bumbum com uma calcinha fio dental e fez topless na varanda de um quarto. Uau!

2 de maio de 2018

TAC - TRINDADE AUTO CENTER.








Produtores baianos devem vacinar contra Aftosa até 31 de maio.






Segue até o dia 31 de maio a primeira etapa de vacinação contra a Febre Aftosa em toda a Bahia. A expectativa é que 9,8 milhões de cabeças de bovinos e bubalinos [touros], de todas as idades, sejam vacinados, o que atinge a marca de 96% de taxa de vacinação. Conforme a Adab [Agência de Defesa Agropecuária da Bahia], depois da vacina, os produtores têm até 15 dias para declarar a vacinação à agência. O registro pode ser feito pela internet (www.adab.ba.gov.br) ou nos escritórios da Adab espalhados no estado. Caso o produtor não vacine dentro do prazo, pagará multa de R$ 53 por cabeça não imunizada e R$ 160 por propriedade não declarada. Eles também ficam impedidos de vender ou transportar o gado. As imunizações têm como objetivo garantir à Bahia o status de Zona Livre de Febre Aftosa. Para adquirir a vacina, o pecuarista deve procurar as revendedoras cadastradas para venda na Adab. Já são 21 anos que a Bahia está livre da Febre Aftosa e pelo 17° ano consecutivo tem status de zona livre de febre aftosa concedido ao Estado pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). As vacinações da primeira etapa contra a aftose começaram nesta terça-feira (1°). Via BN.



Emplacadora S & V em Itiúba.








Para Jaques Wagner, PT pode ser vice de Ciro Gomes.




Apontado como uma das alternativas do PT para a disputa da Presidência da República, o ex-ministro e ex-governador da Bahia Jaques Wagner admitiu nesta terça-feira, 1º, que o partido pode aceitar ser vice de Ciro Gomes (PDT) e defendeu a inclusão de Joaquim Barbosa (PSB) no diálogo com os demais partidos de esquerda. Wagner, no entanto, ressaltou que é favorável à estratégia petista de manter o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba, até a última instância. Ele desautorizou a inclusão de seu nome entre os prováveis planos B do PT enquanto a candidatura do ex-presidente estiver colocada e admitiu quer a prisão de Lula dificulta a aceitação de outras alternativas pela cúpula petista. “Não coloco meu nome em hipótese alguma à disposição neste momento”, disse. Ao chegar ao ato de 1º de Maio organizado pelas seis centrais sindicais na tarde desta terça-feira, em Curitiba, Wagner foi indagado por jornalistas sobre a possibilidade de o PT aceitar ser vice de Ciro e respondeu: “Pode. Sempre defendi que, após 16 anos, estava na hora de ceder a precedência. Sempre achei isso. Não conheço na democracia ninguém que fica 30 anos. Em geral fica 12, 16, 20 anos. Defendi isso quando o Eduardo Campos ainda era vivo. Estou à vontade neste território”. Wagner defendeu as articulações feitas pelo ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, que também é citado como alternativa do PT a Lula, e já se reuniu duas vezes com Ciro neste ano. “O Haddad teve uma conversa sobre a economia brasileira e acharam que era sobre política eleitoral no estrito senso. Esse é o caminho. Eu continuo na minha posição. O PT vai sustentar a candidatura do Lula até que alguém diga que ele está interditado definitivamente. Ninguém traça uma estratégia já pensando em plano B”, afirmou. Nessa linha, Wagner disse que o PT deve estar aberto para conversar com todas as forças do campo progressista, inclusive Barbosa, algoz de líderes petistas como José Dirceu e José Genoíno no julgamento do mensalão.

“Acho que tem que conversar com todo mundo. Não só pensando na questão eleitoral mas pensando em como retomar um processo de crescimento sustentável com distribuição de renda no Brasil. Então acho que conversar com Ciro, Manuela (D’Avila, do PC do B) e Joaquim (PSB), faz parte da política.” Indagado especificamente sobre Barbosa, Wagner disse que se trata de um outsider e que suas ideias e propostas ainda não estão claras. “O Ciro eu sei mais ou menos o pensamento, a Manuela eu sei mais ou menos o pensamento, o Joaquim está começando a apresentar o seu pensamento. De todos que falei, Joaquim é o mais outsider. Nunca foi uma pessoa dedicada propriamente à política”, afirmou o ex-ministro. Ele admitiu que a prisão de Lula dificulta o avanço do diálogo com as outras forças de esquerda já que coloca o PT em uma posição defensiva. “O problema é que a prisão do Lula nos coloca numa posição de resistência. Não posso dizer hoje que estou abrindo para qualquer um. É dizer o que? ‘Lula, tchau e bênção?’ A situação é complicada”, afirmou. Via Varela Notícias.



26 de abril de 2018

Riachão do Jacuípe: Homem é executado a tiros dentro de carro






Um homem de dados ainda não identificados, foi encontrado morto a tiros dentro de um veículo Ford Ka de cor branca, placa PJC – 3661 licença de Feira de Santana, na tarde desta quarta-feira, 25, por volta das 15h em frente ao Loteamento Cidade Maria Luiza na BA-120 em Riachão do Jacuípe. De acordo com a polícia, ainda não se tem elementos sobre o crime, apenas que recebeu o comunicado de que um homem estava morto dentro do carro na BA-120 e foram até o local para preservar a cena. A vítima trajava camisa vermelha, bermuda cinza e uma tatuagem no braço direito. Muitos curiosos foram ao local, um homem que não quis se identificar, disse que um carro seguia o ford Ka, mas não viu quando o crime aconteceu. De acordo com relatos de pessoas que estiveram no local, o homem não é de Riachão do Jacuípe, acredita-se que seja de Feira de Santana, porém o veículo estava vindo de Coité com sentido para Riachão. O DPT de Serrinha foi acionado para remoção do corpo. Via Jacuípe News.




Polícia invade velório para destravar celular com digitais do defunto.


Foto: Reprodução

Enquanto velava o corpo do seu marido, Victoria Armstrong, 28, viu o velório de seu noivo Linus Phillip, 30, ser invadido por policiais que precisavam desbloquear seu celular usando suas digitais. O caso aconteceu em Flórida, Estados Unidos. Linus havia sido morto pela própria polícia em um posto de gasolina. Segundo a Polícia local, ele não atendeu a solicitação dos agentes de encostar o carro para que fosse verificado se havia maconha no interior do veículo. Na tentativa de fugir, Linus acabou batendo o veículo. O celular do defunto precisava ser desbloqueado para esclarecer as circunstâncias da sua morte, em uma investigação sobre tráfico de drogas. “Eu me senti tão desrespeitada e violada [com a invasão da polícia]”, afirmou a noiva do homem ao jornal local Tamba Pay Times. O tenente Randall Chaney afirmou que foi uma tentativa frustrada de acessar dados no telefone para ajudar na investigação sobre a morte de Phillip e um inquérito separado sobre drogas que o envolveu. O tenente afirmou ainda que os detetives não  precisariam de um mandado porque não havia expectativa de privacidade após a morte. Via Varela.



25 de abril de 2018

Pré-candidatos ao Planalto somam mais de 160 investigações.




Os pré-candidatos ao Planalto nas eleições deste ano somam 160 investigações em tribunais. Os motivos são os mais diversos e vão desde infratores de trânsito a condenados políticos, como é o caso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que está preso e lidera as pesquisas eleitorais. Como apurado pela Folha de S. Paulo em matéria divulgada neste domingo (22), a Operação Lava Jato, derivações e outras investigações de desvio atingem ao menos oito presidenciáveis: o ex-presidente Lula (PT) — condenado a 12 anos e um mês —, o presidente Michel Temer (MDB) — alvo de duas denúncias e de duas investigações —, o senador e ex-presidente Fernando Collor (PTC) — réu na Lava Jato e alvo de outros quatro inquéritos — e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), investigado em dois inquéritos também da Lava Jato. A prisão de Lula pode inviabilizar a sua candidatura, mas o PT afirma que fará o registro do ex-presidente na disputa. O ex-presidente tem 31% das intenções de voto.
No caso de Lula não poder ser candidato, cogita-se nos bastidores substituí-lo pelo ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad ou o ex-governador da Bahia Jaques Wagner. Haddad tem uma investigação aberta por suposto caixa dois e Wagner foi alvo da Operação Cartão Vermelho, que apura suspeita de propina na reforma da Arena Fonte Nova.

Já o possível candidato do PSDB, o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin está sendo investigado pela Justiça Eleitoral e o Ministério Público de São Paulo afirmou na sexta-feira (20) que vai investigá-lo sobre possível improbidade administrativa e recebimento de caixa dois de mais de R$ 10 milhões nas campanhas de 2010 e 2014. No melhor cenário, Alckmin tem 8% das intenções de voto, segundo o Datafolha. Como lembra a publicação, Alckmin e Haddad são alvos de ações por questões administrativas enquanto líderes do estado e da cidade de São Paulo, respectivamente. O ex-presidente do BNDES Paulo Rabello de Castro (PSC) também é um dos investigados. Ele responde por fraudes em investimentos do fundo de pensão dos Correios. O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), que tem 17% das intenções de voto na ausência de Lula, é acusado por injúria, incitação ao estupro e racismo. A exemplo de Bolsonaro, Ciro Gomes (PDT) também responde por suas declarações. Ao todo, são mais de 70 processos de indenização ou crimes contra a honra movidos por Temer, Bolsonaro, os tucanos José Serra e João Doria, e o presidente do Senado, Eunício Oliveira. Ciro tem 9% das intenções de voto. O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa (PSB) foi condenado por danos morais contra um jornalista. Ele chega a 10% das intenções de voto. O líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto Guilherme Boulos (PSOL) possui processo relacionados ao grupo e também a uma imprudêndia no trânsito. A Folha pontua que o número de investigações e processo podem ser ainda maiores, pois o levantamento não inclui ações em segredo de Justiça, processos trabalhistas e ações movidas na Justiça de primeira instância de estados que não são os de origem ou de atuação política. Além de alguns tribunais dificultarem o acesso público. Via Noticias ao Minuto.




Foro especial deve cair, diz Gilmar Mendes em debate






O Supremo Tribunal Federal deve decidir pela redução do alcance do foro especial. Pelo menos é o que afirmou o ministro Gilmar Mendes na manhã de hoje (24), em debate promovido pela revista Veja, na capital paulista."Acho que irá cair o foro, mas haverá nuances. Casos referentes a crimes cometidos no mandato ficarão no STF", declarou o magistrado. O debate deve ser retomado no STF no dia 2 de maio. Oito dos 11 ministros já votaram de forma favorável à restrição do alcance do foro para deputados e senadores. Via M1.



Foto de Carla Perez de biquíni bomba na web.






Carla Perez está cada dia mais bela. Aos 40 anos, a ex-dançarina do É o Tchan tem deixado muita menina de 20 anos no chinelo! Recentemente, a mulher de Xanddy usou as redes sociais para publicar foto em que apareceu de biqúni na praia.Na legenda, a loira deixou uma mensagem: "Pare de sofrer! Pare de reclamar! Pare de julgar os outros!Pare de exigir a sua perfeição! Pare de apontar! Pare de chorar! Pare de querer ser o que vc não é!Seja vc mesmo! Seja feliz! Deus te fez único!"O clique fez sucesso entre os fãs de Carla e a foto registrou mais de 150 mil likes. Via VB.



Morpará: Vice-prefeita nega desacato à PM em caso em que foi presa.






A vice-prefeita de Morpará, na região do Velho Chico, oeste baiano, negou que tenha desacatado a Polícia no caso em que resultou na prisão dela na madrugada de domingo (22) (ver aqui). Em nota enviada à imprensa nesta terça-feira (24), via G1, Solange Pereira Martins de Novais disse que foi de forma espontânea à delegacia de Ibotirama, na mesma região, para tratar de assuntos particulares. Segundo ela, após prestar depoimento, retornou para casa na companhia de amigos. A versão da Polícia Militar é que a vice-prefeita discutiu com agentes por conta de um carro. Ao ser conduzida para a delegacia de Ibotirama, ela teria se negado a entrar na repartição e xingado os policiais, fato em precisou ser algemada. Ainda conforme a PM, a vice-prefeita apresentava sinais de embriaguez. Na mesma nota de Solange, ela disse que os seres humanos podem errar, mas nem por isso merecem ser "vítimas de falácias e calúnias de pessoas maldosas e de oportunistas de plantão" Via BN.





4 de abril de 2018

Neymar, Ana Maria Braga e Datena aparecem em pesquisa eleitoral com intenções de voto.




O potencial carismático de figuras de entretenimento pode ser evidenciado em análises de audiência, lotação de shows, vendas e votações eleitorais. Utilizando essa última forma de mapeamento, o Instituto Phoenix fez uma pesquisa, e alguns nomes famosos, que não são ligados diretamente à política, foram mencionados nas intenções de voto para o cargo de presidente do Brasil. Luciano Hulk (4,23%), o jogador Neymar Jr. (1,91%), Datena (0,98%) e Ana Maria Braga (0,74%) estavam na lista dos mais votados na pesquisa espontânea, na qual os nomes de candidatos não são ditos anteriormente para os entrevistados. De acordo com o jornal Diário da Manhã, o deputado Jair Bolsonaro (9,81%), o ex-presidente Lula da Silva (7,21%) e Marina Silva (4,70%) foram os três primeiros ranqueados. A pesquisa, entre os dias 10 e 16 de Março deste ano, foi feita nos seguintes estados: São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Bahia, Ceará, Pernambuco, Amazonas, Pará, Paraná, Rondônia, Goiás, Mato Grosso e Distrito Federal. Via VB.



3 de abril de 2018

Netflix lança 2ª parte de 'La Casa de Papel' em abril





A Netflix começa abril com promessa de novas temporadas de séries que conquistaram o público brasileiro, como 'La Casa de Papel', '3%' e 'The Walking Dead'. No total, serão 34 filmes e séries novos ao catálogo neste mês, de acordo com o site Catraca Livre. Entre os filmes, se destacam a animação 'Cinderela' e a comédia 'Lá Vêm os Pais, com Adam Sandler e Chris Rock. Confira abaixo a lista completa de lançamentos do mês:

SÉRIES

Dia 01/04:

- The 100 – Temporada 4

- Gold Stars: A História Oficial da Copa do Mundo FIFA – Temporada 1

Dia 06/04:

- La Casa de Papel – Parte 2

- O Próximo Convidado Dispensa Apresentação com David Letterman: JAY Z
Dia 13/04:

- Perdidos no Espaço – Temporada 1

Dia 15/04:

- The Walking Dead – Temporada 7

Dia 19/04:

- The Alienist – Temporada 1

- Troia: A Queda de uma Cidade – Temporada 1

Dia 21/04:

- Turma do Peito – Temporada 1

Dia 26/04:

- Feliz! – Temporada 1

Dia 27/04:

- 3% – Temporada 2

Dia 29/04:

- Superstition – Temporada 1

FILMES

Dia 01/04:

- Cinderela

Dia 06/04:

- A 4ª Companhia

- 6 Balões

- Órbita 9

- Sun Dogs

Dia 13/04:

- A Caminho da Fé

Dia 15/04:

- Irmãs

Dia 19/04:

- Todas as Razões para Esquecer

Dia 20/04:

- Dude – A Vida é Assim

- A Menina Índigo

Dia 27/04:

- Lá Vêm os Pais

Doce Argumento

DOCUMENTÁRIOS

Dia 01/04:

- O Reino dos Primatas

- Fishpeople

Dia 13/04:

- Chef’s Table: Confeitaria

Dia 16/04:

- A História de Deus com Morgan Freeman – Temporada 2

Dia 20/04:

- Mercury 13- O Espaço é Delas

Dia 24/04:

- Kevin James: Never Don’t Give Up

INFANTIL

Dia 01/04:

- Alexandre e o Dia Terrível, Horrível e, Espantoso e Horroroso

Dia 06/04:

- O Chefinho – De Volta aos Negócios – Temporada 1

Dia 13/04:

- O Ônibus Mágico Decola Novamente – Temporada 2

Dia 20/04:

- Pequenos Espiões: Missão Crítica – Temporada 1

(Noticias ao Minuto)




2 de abril de 2018

Vídeo mostra dono de bar sendo executado a tiros em Riachão do Jacuípe.


O empresário José Celival Almeida da Silva, 55 anos, foi morto a tiros dentro do seu bar na madrugada deste sábado (31/3), no município de Riachão do Jacuípe, que fica a cerca de 200 quilômetros de Salvador. O vídeo  mostra o momento em que um homem, identificado pela polícia apenas como “Jorginho”, chega ao local e efetua os disparos.

Veja vídeo abaixo: 







Adriano imperador é internado em hospital após amigo fazer “ponto caseiro” na mão do jogador.




O jogador Adriano Imperador foi internado em um hospital particular na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (29), por conta de um ferimento na mão. Nas redes sociais, o jogador esclareceu o motivo do acidente e tranquilizou os fãs. Segundo ele, um amigo fez um ponto caseiro na mão do jogador, após um acidente doméstico, e o ferimento infeccionou. “Não foi nada demais. Tá tudo certo, tudo bem. Espero que a imprensa não comece a inventar as coisas como sempre”, disse.

Pré-candidato a presidente, Bolsonaro quadruplica faltas na Câmara.




Pré-candidato a presidente da República, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) quadruplicou o número de faltas em sessões de presença obrigatória em 2017, quando também caíram pela metade as proposições de sua autoria em relação a 2016. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, dos 119 dias com sessão de presença obrigatória no ano passado, que majoritariamente se concentram entre as terças e quintas-feiras, Bolsonaro faltou 16 sem justificar – 13,5% do total, segundo dados da Câmara. Outros pré-candidatos a presidente que são parlamentares, como Álvaro Dias (Podemos) e Manuela D’Ávila (PCdoB), tiveram, no mesmo período, ausências não justificadas em dois dias, o que representou 1,8% do total no Senado e 1,6% na Assembleia gaúcha. Além das ausências em discussões e votações, Bolsonaro também apresentou menos projetos no último ano. Foram nove os textos de sua autoria ou coautoria  – considerados PECs, projetos de lei e requerimentos  – em 2017 contra 18 no ano anterior. Em 2015, ele havia proposto 30. Via Bahia.Ba.