12 de novembro de 2018

Temer é cotado para assumir embaixada do Brasil na Itália, diz jornal.






O presidente Michel Temer é cotado para ser nomeado embaixador do Brasil depois de deixar o Palácio do Planalto, ao fim deste ano. De acordo com informações do Correio Braziliense, ele assumiria a embaixada em Roma, mantendo o foro privilegiado.

Fontes do Palácio do Planalto e do Ministério das Relações Exteriores (MRE) relataram ao jornal que a indicação é tratada como uma saída honrosa para o presidente. Atualmente, a embaixada é chefiada por Antonio de Aguiar Patriota, ex-ministro das Relações Exteriores no governo de Dilma Rousseff.

O Itamaraty ainda não se pronuncia oficialmente sobre o assunto. Ainda segundo o Correio Braziliense, a Presidência da República nega que Temer tenha interesse em aceitar um eventual posto na embaixada da Itália ou em qualquer outro posto diplomático. A indicação dele à embaixada fica sob responsabilidade do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).




9 de novembro de 2018

Você vai adorar esse novo recurso do WhatsApp; confira.





Uma nova atualização no WhatsApp vai permitir que os usuários respondam no privado uma mensagem enviada em um grupo. O recurso começou a ser ativado nos dispositivos com a versão mais recente do sistema Android e aos poucos chegará a todos os usuários da ferramenta. De acordo com o UOL, a nova funcionalidade une duas características já existentes no WhatsApp, a de citar uma mensagem e a de abrir uma nova janela de conversa. Agora, a citação feita no grupo aparecerá na conversa particular, o que ajudará a contextualizar o assunto. Mas vale ressaltar que as respostas neste sentido só podem ser feitas para a pessoa que enviou a mensagem original. Ou seja, não será possível levar a conversa para um terceiro usuário. O nova função não tem previsão de ser incorporada nos dispositivos iOS. Via Notícias ao Minuto.


Justiça autoriza retirada de tornozeleira eletrônica de Rocha Loures.




Foto : Bruno Santos/Folhapress

O juiz federal Jaime Travassos Sarinho, da 15ª Vara Federal de Brasília, concedeu permissão hoje (8) a Rodrigo Rocha Loures, ex-assessor do presidente Michel Temer (MDB), para ficar sem tornozeleira eletrônica. Rocha Loures virou réu em dezembro do ano passado por corrupção passiva após ser flagrado pela Polícia Federal, em abril de 2017, recebendo R$ 500 mil de um executivo da JBS em uma mala. Na mesma denúncia, a Procuradoria-Geral da República acusou Temer de corrupção passiva, mas a Câmara dos Deputados barrou o prosseguimento do caso. De acordo com Sarinho, o ex-assessor "compareceu a todos os atos do processo", "não impôs qualquer tipo de obstáculo e não praticou qualquer ato que indicasse predisposição a não se submeter à eventual pena a ser fixada por este Juízo." Apesar disso, o juiz federal diz que "é bom deixar claro" que, apesar da decisão, não cabe revogar por completo as medidas cautelares aplicadas. Via Metro1.



8 de novembro de 2018

Reajuste salarial do STF: veja como votaram os senadores.





Notícias ao Minuto

Foto: © Jonas Pereira/Agência Senado

O Senado Federal aprovou nesta quarta-feira (7) o reajuste de salário de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) de R$ 33,7 mil para R$ 39,3 mil. Foram 41 votos a favor, 16 votos contra e uma abstenção. O texto depende de sanção do presidente Michel Temer para entrar em vigor. Veja como votaram os parlamentares:

A favor

Acir Gurgacz (PDT-RO)
Ângela Portela (PDT-RR)
Aécio Neves (PSDB-MG)
Antonio Anastasia (PSDB-MG)
Ataídes Oliveira (PSDB-TO)
Dalirio Beber (PSDB-SC)
Cássio Cunha Lima (PSDB-PB)
Eduardo Amorim (PSDB-SE)
José Serra (PSDB-SP)
Tasso Jereissati (PSDB-CE)
Roberto Rocha (PSDB-MA)
Paulo Bauer (PSDB-SC)
Antônio Valadares (PSB-SE)
Edison Lobão (MDB-MA)
Eduardo Braga (MDB-AM)
Fernando Coelho (MDB-PE)
Garibaldi Alves Filho (MDB-RN)
Renan Calheiros (MDB-AL)
Zeze Perrella (MDB-MG)
Romero Jucá (MDB-RR)
Valdir Raupp (MDB-RO)
Eduardo Lopes (PRB-RJ)
Hélio José (PROS-DF)
Ivo Cassol (PP-RO)
Ciro Nogueira (PP-PI)
Jorge Viana (PT-AC)
Paulo Rocha (PT-PA)
José Agripino (DEM-RN)
Davi Alcolumbre (DEM-AP)
José Amauri (PODE-PI)
José Medeiros (PODE-MT)
Rose de Freitas (PODE-ES)
Otto Alencar (PSD-BA)
Raimundo Lira (PSD-PB)
Sérgio Petecão (PSD-AC)
Telmário Mota (PTB-RR)
Armando Monteiro (PTB-PE)
Vicentinho Alves (PR-TO)
Wellington Fagundes (PR-MT)
Cidinho Santos (PR-MT)
Walter Pinheiro (Sem partido-BA)

Contra:

Airton Sandoval (MDB-SP)
Roberto Requião (MDB-PR)
Cristóvam Buarque (PPS-DF)
Fátima Bezerra (PT-RN)
José Pimentel (PT-CE)
Regina Sousa (PT-PI)
Givago Tenório (PP-AL)
Lídice da Mata (PSB-BA)
Lúcia Vânia (PSB-GO)
Randolfe Rodrigues (Rede-AP)
Reguffe (Sem partido-DF)
Ricardo Ferraço (PSDB-ES)
Maria do Carmo Alves (DEM-SE)
Ronaldo Caiado (DEM-GO)
Wilder Morais (DEM-GO)
Vanessa Graziottin (PCdoB-AM)

Abstenção:

José Maranhão (MDB-PB)



31 de outubro de 2018

Antipetista, deputada do PSL mora em apartamento do Minha Casa, Minha Vida.






Antipetista declarada, a deputada estadual eleita de Santa Catarina, Ana Caroline Campagnolo (PSL), mora em um apartamento financiado pelo programa "Minha Casa, Minha Vida", que foi criado nos governos do PT.

Segundo o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, a parlamentar, inclusive, processou a cooperativa Habitacional de Chapecó, com a alegação que o valor do financiamento que recebeu era inferior ao valor do apartamento. Acusou, inclusive, a cooperativa de corretagem às avessas.

A juíza Nadia Schmidt considerou a ação improcedente porque o valor do financiamento não precisa ser obrigatoriamente o integral do imóvel e que era obrigação de Ana Caroline ter lido o contrato. A parlamentar recorre da decisão.

A deputada ficou conhecida por defender que alunos filmem aulas de "professores e doutrinadores" para denunciar discursos "político-partidários ou ideológicos". Via Metro1.



Após ‘ameaça’ do PSL-BA, MP quer que estado garanta liberdade de ensino na Bahia.




"Ameaça" foi feita por Dayane Pimentel, presidente do PSL-BA | Foto: Divulgação

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) recomendou à Secretaria Estadual de Educação e às universidades do estado que adotem medidas para garantir a “liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar pensamento, a arte e o saber e o pluralismo de ideias e de concepções pedagógicas”, após a presidente do PSL na Bahia, deputada federal Dayane Pimentel, dizer que o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) vai ser “o grande fiscalizador da agenda cultural e intelectual” no estado. A declaração, em tom de patrulha ideológica, foi feita em entrevista ao Bahia Notícias. A recomendação também foi emitida depois do caso de um aluno do curso de Medicina Veterinária da Universidade Federal da Bahia (UFBa) ter ameaçado estuprar e matar alunas da faculdade que apoiassem partidos de esquerda ou o candidato derrotado à Presidência Fernando Haddad, do PT. Segundo o pedido, assinado pelos promotores Márcia Teixeira e Gabriel Pimenta Alves, as recomendações visam evitar que intimidações e ameaças a professores e alunos “motivadas por divergências políticas/ideológicas resultem em censura, direta ou indireta.” No documento, os promotores destacaram que a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional estabelece como princípios do ensino no país, entre outras coisas, o respeito à liberdade e à diversidade étnico-racial, além do apreço à tolerância. Ainda segundo o MP, os dois casos que motivaram as recomendações são tentativas de impedir “a abordagem, a análise, a discussão ou o debate acerca de quaisquer concepções filosóficas, políticas, religiosas, ou mesmo ideológicas” e configuram “flagrante violação aos princípios e normas”.  O MP deu 10 dias, contados a partir do recebimento da recomendação, para que os representantes legais da SEC e das universidades baianas se manifestem sobre os pedidos feitos pelo órgão. Caso não tomem as providências solicitadas, eles podem sofrer medidas administrativas e judiciais. Via Bahia Notícias.



Medidas anunciadas por equipe de Bolsonaro têm dividido apoiadores.




Foto: @jairbolsonaro

Algumas medidas já anunciadas pela equipe de Jair Bolsonaro (PSL) têm divido opiniões entre seus apoiadores. Integrantes da área do comércio acreditam que a fusão entre o Ministério da Indústria e o da Fazenda será benéfica para o setor. Já os industriais não gostaram. Segundo informações do blog Painel, da Folha de S. Paulo, ex-ministros da Fazenda avaliam que Paulo Guedes vai centralizar tantos poderes que não poderá dividir com ninguém seu erros e acertos. Além dessas duas pistas, o plano é agregar o Ministério do Planejamento. Já a eventual fusão dos ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente foi mal recebida pelo setor agropecuário. De acordo com a publicação, eles avaliam que essa medida pode atrapalhar a venda de carne para o exterior. Via BN.


25 de outubro de 2018

DEM com o pé no governo Bolsonaro.




A cada dia que passa, o DEM se movimenta mais na direção de fazer parte formal da base de apoio do governo de Jair Bolsonaro, caso ele seja eleito. A Casa Civil já está prometida para o deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS). Rodrigo Maia (DEM-RJ) avança nas negociações com os bolsonaristas para ser reeleito presidente da Câmara com o apoio do grupo. O deputado Alberto Fraga (DEM-DF) foi anunciado por Bolsonaro como seu futuro articulador com o Congresso em caso de vitória. As informações são do BR18, blog de política do Estadão.

15 de outubro de 2018

Homem pede divórcio após flagrar a mulher com outro no Google Street View.




Um homem pediu o divórcio após flagrar a mulher com um amante no Google Street View. O traído estava verificando a melhor forma de chegar à Puente de los Suspiros, em Lima (Peru), quando observou uma figura familiar: sentada em um banco, uma mulher fazia carinhos na cabeça de um homem deitado com a cabeça sobre as pernas dela. A roupa da mulher batia com uma da esposa, contou reportagem do site "Perú.com". A imagem, feita pela câmera do carro do Google, foi usada pelo peruano para confrontar a mulher em casa. Diante da evidência, ela acabou confessando a infidelidade. A ponte, no bairro de Barranco, é um dos pontos mais românticos de Lima. Via VB.



Irecê: Mulher é morta a pedradas após sair de festa em bar.




Uma mulher de 23 anos foi morta a pedradas na madrugada deste domingo (14), na Vila Nobelino, em Irecê, cidade localizada no norte da Bahia. Segundo a Polícia Civil, o corpo da vítima tinha sinais de esmagamento do crânio. Pedras utilizadas no crime foram encontradas no local. A vítima foi identificada como Fabíola Souza Silva. Conforme a polícia, a mulher passou a madrugada com algumas amigas em uma festa, em um bar. Ela teria saído do local por volta das 4h e, em seguida, foi morta. O corpo de Fabíola foi levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Irecê. Não há informações sobre o sepultamento da vítima. Ainda de acordo com a polícia, a mulher já tinha sido presa por tráfico de tráfico de drogas. Contudo, ainda não se sabe se o crime tem relação com o assassinato. O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Irecê. Via G1/Ba.



Apenas 3,3% dos estudantes brasileiros querem ser professores.




"Meu sonho mesmo é dar aula para o ensino médio, pode ser em escola estadual,  municipal ou particular”, diz Lucas dos Anjos Castro, 16 anos, estudante do 2º ano do ensino médio da Escola Estadual Professor Botelho Reis, em Leopoldina, Minas Gerais. “Eu me vejo como professor, igual aos meus, na correria, rodando para lá e para cá, entrando em uma sala e outra. É o que eu gosto”. O sonho com a carreira docente, como o de Castro, é cada vez mais raro. De acordo com levantamento feito pelo Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional (Iede), com base nos dados do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa) de 2015, apenas 3,3% dos estudantes brasileiros de 15 anos querem ser professores. Quando se trata daqueles que querem ser professores em escolas, na educação básica, esse percentual cai para 2,4%. Via VB.



10 de outubro de 2018

Em jogo online, Jair Bolsonaro mata mulheres, negros e militantes.




Uma desenvolvedora de jogos criou um novo “game” em que pretende gerar polêmica. No “Bolsomito 2k18” o player é o candidato do PSL à presidência da República, Jair Bolsonaro, e ganha pontos ao matar militantes gays, feministas e integrantes de movimentos sem-terra. 

Além disso, um dos inimigos do “Bolsomito” é “Dil Manta”, uma clara referência à ex-presidente Dilma Rousseff (PT). No jogo ela aparece como uma forma de “chefão”, com olhos vermelhos.

“Derrote os males do comunismo nesse game politicamente incorreto, e seja o herói que vai livrar uma nação da miséria. Esteja preparado para enfrentar os mais diferentes tipos de inimigos que pretendem instaurar uma ditadura ideológica criminosa no país. Muita porrada e boas risadas”, diz a descrição do game, que custa R$ 8,91. O jogo teve 77 avaliações “muito positivas”.

Na página da B2 Studios, responsável por desenvolver o game, conta uma história do que seria o propósito do entretenimento. “Em um país não muito distante, um povo perece. Um mar de corrupção e inversão de valores assola os cidadãos de bem. Quando todos pareciam ter desistido, eis que surge um homem que traz consigo a esperança. Sua luta contra o exército vermelho não será fácil, mas ele não lutará sozinho. Toda uma nação vai para uma batalha ao seu lado”. Via BN.




3 de outubro de 2018

90% razão, 10% emoção: santista perde 2 rodadas sem abrir mão do clubismo.



Sem abrir mão do coração. Para muitos, a verdadeira mitada no Cartola FC só acontece quando o cartoleiro abre mão do clubismo na hora da escalação. Por outro lado, o santista Diego Nogueira, de Itiúba, Bahia, provou que existe a possibilidade de ser o pior ao escolher a razão com uma ponta de emoção. Nas ultimas rodadas ficou provado e comprovado que o jovem Diego não pontua bem sem ajuda de seus amigos Adriano Santos e Ângelo Marcos.

WhatsApp vai mudar completamente em breve.





2018 pode ser o último ano que você poderá utilizar o WhatsApp sem ver anúncios. De acordo com o jornal Mirror, quando o Facebook adquiriu o aplicativo de mensagens em 2014 ficou acordado que não haveria qualquer monetização nos cinco anos seguintes. Por esta razão, o processo de tornar o WhatsApp rentável poderá começar já no próximo ano. O desejo do Facebook de ter publicidade no app foi confirmada à Forbes por um representante da ferramenta. Os anúncios começarão a ser mostrados em 2019 na área de ‘status’. Vários usuários do WhatsApp já manifestaram a intenção de deletar o app caso a notícia seja confirmada. Via Noticias ao Minuto.



13 de setembro de 2018

Google revela pergunta eleitoral mais buscada no site.




A página de buscas Google lançou, neste quinta-feira (13), uma página especial dedicada às eleições no Brasil. A seção é composta por uma central de dados e gráficos que informa sobre o interesse dos brasileiros a respeito dos candidatos e aponta as dúvidas mais frequentes dos usuários a respeito do cenário político. O recurso já foi usado em eleições de países como Estados Unidos, México, França, Colômbia e Argentina. Segundo o jornal 'Folha de S. Paulo', a pergunta mais feita na seção, até o momento, é "Como anular meu voto?". Em seguida estão "Como justificar o voto?", "O que acontece se eu não votar?", "Em quem votar em 2018?" e "O que é democracia?" são as perguntas mais feitas.

A ferramenta possibilita ver quais os candidatos à cadeira do Planalto que geram maior interesse, por região, estado e cidade, além de quais os assuntos que mais interessam aos brasileiros e a relação dos presidenciáveis a determinados temas, de acordo com a população, além de informações em tempo real durante os debates. "Obviamente, quem tem mais exposição da mídia gera mais interesse das pessoas na busca. Porém, é uma área muito viva, muda a todo tempo", diz Marco Túlio Pires, do Google News, justificando o fato do candidato mais procurado ser Jair Bolsonaro (PSL), com 86% das buscas. As pesquisas sobre ele atingiram um pico em 6 de setembro, dia em que foi vítima de um atentado. Ciro Gomes (PDT) é o segundo candidato de relevância no site, com 5%, seguido de Fernando Haddad (PT), com 3%. Via Noticias ao Minuto.






'Como anular meu voto?' é a pergunta eleitoral mais buscada no Google.




A pergunta eleitoral mais buscada no Google nos últimos sete dias é "como anular meu voto?", conforme o Google Trends Eleições, que foi lançado hoje (13). A ferramenta mostra ainda que as outras quatro questões de relevância no buscador são: "Como justificar o voto?", "O que acontece se eu não votar?", "Em quem votar em 2018?" e "O que é democracia?". O recurso aponta ainda interesse de cada candidato em determinado estado e os postulantes mais buscado no Google. Via Metro1.



10 de setembro de 2018

Geddel está com depressão e tem medicação controlada na cadeia.




A saúde de Geddel Vieira Lima (MDB) tem deixado a administração da penitenciária da Papuda, em Brasília, preocupada. Segundo o colunista Lauro Jardim, do jornal “O Globo”, o ex-ministro-chefe da Secretaria de Governo de Michel Temer está com depressão. Diante disso, administração penitenciária decidiu controlar os remédios de Geddel, temendo que ele tome uma overdose de medicamentos. Vale lembrar que o ex-ministro está preso desde julho, em regime diferenciado, isolado numa cela com seis metros quadrados. Ele foi encarcerado após a polícia encontrar malas de dinheiro com R$ 51 milhões em um apartamento em Salvador, em setembro do ano passado. O dinheiro foi atribuído a Geddel. Via Noticias ao Minuto.



21 de agosto de 2018

Com 51 partidas disputadas, Bahia se torna o time que mais atuou em 2018.




O Esporte Clube Bahia chegou a sua 51ª partida disputada no empate contra o Cruzeiro, neste domingo (19), pela 19ª rodada do campeonato brasileiro. Além do brasileiro, o clube baiano chegou às finais do campeonato baiano e Copa do Nordeste, quartas de finais da Copa do Brasil e segue vivo na Copa Sul-Americana.

No entanto, o Ceará irá completar este mesmo número no jogo da noite desta segunda-feira (20), contra o Vasco.

O Tricolor teve um aproveitamento de 54,9% em seus 51 jogos disputados na temporada. O retrospecto foi de: 23 triunfos, 15 empates e 13 derrotas. São 71 gols marcados e 42 concedidos.

No decorrer da temporada, o Esquadrão tem mais 22 jogos confirmados, 20 pela Série A do Brasileirão e dois pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana. Este número pode aumentar caso a equipe se classifique para a próxima fase do torneio internacional.

Confira a lista com o número de jogos dos clubes da Série A na atual temporada:



Alckmin e Ciro são os mais rejeitados pela população; Lula tem maior aprovação.




Os candidatos à Presidência da República Geraldo Alckmin (PSDB) e Ciro Gomes (PDT) têm a maior rejeição popular entre os nomes que disputam o Palácio do Planalto. Por outro lado, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que concorre à Presidência pelo PT, possui a maior aprovação dos brasileiros. Os dados são da pesquisa Barômetro Político Estadão-Ipsos, que analisa a opinião dos brasileiros sobre personalidades do mundo político e jurídico.  De acordo com o levantamento, Alckmin aparece no topo do ranking de desaprovação, com 70%. Já Ciro vem logo em seguida, com 65%. Como a margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais para mais ou para menos, os dois aparecem empatados tecnicamente. No entanto, de acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, a trajetória de rejeição de Alckmin tem sido ascendente desde abril, quando o tucano passou a ficar numericamente acima do pedetista no quesito opiniões negativas. Em seguida no ranking de desaprovação, aparecem empatados tecnicamente Jair Bolsonaro (PSL), com 61%; Marina Silva (Rede), com 61%; e Henrique Meirelles (MDB), com 60%. Também em empate técnico, aparecem depois o ex-presidente Lula (PT), com 51%, e Guilherme Boulos, com 47%. O candidato do Novo, João Amoêdo, tem a menor rejeição, de 44%.  Líder nas pesquisas de intenção de voto mesmo preso, Lula teve oscilação positiva de dois pontos percentuais na rejeição, em relação à pesquisa anterior. Além disso, ele é o candidato com maior aprovação popular, com larga vantagem em relação ao segundo colocado. Segundo o levantamento,  Lula tem 47%. Já Marina Silva, que está na segunda colocação, tem 30% de aprovação. 



Veja as datas dos próximos debates presidenciais na TV.




Dois debates das eleições de 2018 entre os candidatos a presidente já foram ao ar  na televisão até agora. O primeiro encontro foi realizado na quinta-feira (9) pelos estúdios da TV Bandeirantes. O segundo, na RedeTV!, aconteceu na sexta-feira (17), um dia após o início oficial da campanha.Para os dois encontros foram convidados oito candidatos: Álvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriota), Geraldo Alckmin (PSDB), Marina Silva (Rede), Jair Bolsonaro (PSL), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB) e Ciro Gomes (PDT). O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso em Curitiba, e João Amoêdo (Novo) ficaram de fora. É importante ressaltar que, por lei, as emissoras de televisão são obrigadas a convocar às discussões os partidos com pelo menos cinco senadores ou deputados federais no Congresso. Ainda assim, mesmo que uma sigla não tenha o número suficiente de representantes, o organizador do debate pode convidar o candidato. Os presidenciáveis têm uma agenda com mais cinco debates televisionados em rede nacional. Em caso de segundo turno, serão mais seis encontros. 

Veja o calendário dos debates presidenciais na TV

27 de agosto (18h40) – Jovem Pan e Fórum Liberdade

9 de setembro (19h30) – TV Gazeta e Estadão 

18 de setembro (10h) – Poder360, piauí e Youtube

20 de setembro (21h30) – TV Aparecida

26 de setembro (18h) – SBT, Folha e UOL

30 de setembro (22h) – TV Record

4 de outubro – Rede Globo

7 de outubro – Primeiro turno da eleição (Veja).